Cases

Superação, assim pode-se definir a trajetória de João Getulio Pinheiro, morador da cidade de São Miguel do Oeste-SC.

Há 12 anos ele deixou a cidade de Porto Alegre-RS, juntamente com o filho mais velho, Adair Pinheiro, para darem início à atividade de perfuração de mini-poços artesianos em Santa Catarina.

A esposa, Salete Pinheiro, e quatro filhos permaneceram em Porto Alegre durante mais seis meses, até que Pinheiro pudesse se instalar e iniciar seu trabalho em São Miguel do Oeste.

Com uma doença degenerativa, que impede alguns movimentos de Pinheiro, ele está impossibilitado de trabalhar diretamente na perfuração dos poços, mas isso não o afasta da atividade, já que é ele quem procura a água nos terrenos: “Ele procura a água com a ajuda de uma forquilha. Caminha e consegue perceber o caminho da água, por onde ela passa”, explica a esposa.

Hoje, ele conta com a ajuda de dois filhos para realizar o trabalho, Rafael e Maurício, e possuem duas máquinas para utilizar na perfuração.

Eles levam em média 30 dias para finalizar a perfuração de um poço. São mini-poços artesianos, com aproximadamente 70 metros de profundidade. Pinheiro conta que muitas pessoas conhecem o trabalho deles e que há bastante procura para o serviço, porém, ele comenta ainda que encontram dificuldades devido a falta de mão de obra especializada, pois três dos seus filhos trabalham em outros setores.

Outro fator lembrado por eles, que dificulta o serviço, é quando o poço é perfurado e o local é seco, sendo necessário realizar todo o processo novamente. Contribuição da Extracredi Tomador de crédito na Extracredi desde o ano de 2004, Pinheiro lembra que estavam passando na frente da agência e pararam para se informar a respeito das linhas de crédito. “Íamos a outros bancos e demorava muito para liberar o dinheiro, é muita burocracia. Na Extracredi é rápido e fácil obter o crédito”, destaca.

Até o momento foram realizados 12 empréstimos, que totalizam um valor de R$ 41 mil, investidos em equipamentos e capital de giro. Recebendo em média R$ 3 mil reais mensais, Pinheiro afirma que o valor obtido na Extracredi contribuiu de forma significativa para eles conseguirem dar continuidade ao trabalho: “Sempre que precisarmos vamos procurar a Extracredi. Esse crédito ajuda muito para realizarmos a atividade”, enfatiza.

Eles ressaltaram ainda que sempre são bem atendidos e lembram que é um crédito adquirido de forma rápida e sem a burocracia encontrada nos bancos convencionais.

Para quem quiser entrar em contato com João Getúlio Pinheiro, o endereço é Rua Imperatriz Leopoldina, s/n, Bairro Andreatta, na cidade de São Miguel do Oeste. O telefone é: 49 9998 8407.

 

Parceiros

AMCRED-SUL BADESC BNDS JUROZERO MICRO CREDITO SOCIAL

MICROCREDITO DE SANTA CATARINA